Educação Infantil

A Educação Infantil é vista como uma etapa de aprendizagem espontânea, que tem como objetivo principal inserir as crianças em dinâmicas de relações sociais e de formação de vínculos afetivos. Para isso é importante que elas se sintam inseridas e acolhidas em um ambiente prazeroso e propício à aprendizagem. Dessa maneira, o processo de educação contribui de forma significativa para o desenvolvimento humano, como instrumento gerador das transformações sociais. Portanto, considera-se que essa etapa é também o alicerce para a aquisição da autonomia, de visão prospectiva e da consciência de cidadania.

O Passo Certo considera que, na Educação Infantil, os alunos devem construir conhecimentos e competências que os tornem capazes de:

– Desenvolver uma imagem positiva de si, atuando de forma cada vez mais independente, com confiança em suas capacidades (afetiva, física, cognitiva, ética, estética, de inter-relação pessoal e de inserção social) e percepção de suas limitações;

– Descobrir e conhecer progressivamente o próprio corpo, suas potencialidades e seus limites, desenvolvendo e valorizando hábitos de cuidado com a própria saúde e bem-estar;

– Estabelecer vínculos afetivos e de troca com adultos e crianças, fortalecendo sua autoestima e ampliando gradativamente suas possibilidades de comunicação e interação social;

– Estabelecer e ampliar as relações sociais, aprendendo, pouco a pouco, a articular seus interesses e pontos de vista com os dos demais, respeitando a diversidade e desenvolvendo atitudes de colaboração;

– Observar e explorar o ambiente com atitudes singulares, percebendo-se cada vez mais como integrante dependente e agente transformador do meio ambiente, valorizando atitudes que contribuam para sua conservação;

– Brincar, expressando emoções, sentimentos, pensamentos, desejos e necessidades;

– Utilizar diferentes linguagens (corporal, musical, plástica, oral e escrita) ajustadas às diferentes intenções e situações de comunicação, de forma a compreender e ser compreendido, expressar suas ideias, sentimentos, necessidades e desejos e avançar em seu processo de construção de significados, enriquecendo cada vez mais sua capacidade expressiva;

– Conhecer manifestações culturais, participando delas, demonstrando interesse e respeito e valorizando a diversidade;

– Adotar hábitos de autocuidado, valorizando as atitudes relacionadas a higiene, alimentação, conforto, segurança, proteção do corpo e cuidados com a aparência;

– Identificar e compreender sua importância nos diversos grupos dos quais participa, respeitando as regras básicas de convívio social e adversidade que os compõem.

Modalidades:
voltar ao topo